É possível eliminar a gordura localizada?

São muitas as pessoas que querem conhecer o método secreto para tirar a gordura de cá ou de lá. Por exemplo: eu tenho boas pernas, mas o meu problema é na barriga, ou, ao contrário, eu gosto da maneira da minha barriga a única coisa que eu quero é perder nas pernas. Bem, pois eu tenho a resposta para todos, seja qual for o vosso caso, e seja de onde for essa área problemática, onde esta acumulada mais gordura do que o desejado.

Você pode eliminar a gordura localizada?

Não existe nenhum sistema real que se consiga eliminar a gordura localizada (a menos que ela diga o cirurgião de onde quer que você remova ou se põe). Parece que com esta afirmação tão taxativo já não haja nada que fazer para conseguir um físico melhor, mas, ao contrário, há muito que podemos fazer para melhorar.

Devemos entender como sim realmente funciona o nosso corpo na hora de reduzir o índice de gordura. Se queremos perder gordura devemos fazer exercícios que nos ajudem a reduzir nosso índice de gordura corporal e devemos comer de acordo com o nosso objetivo de uma dieta baixa em gorduras.

Vamos começar o exercício. Que tipo de exercícios são adequados para este caso de estudo? Exercícios que treinem o nosso coração nos vão ajudar a perder gordura. Devemos tentar treinar, se nossas possibilidades de saúde nos permitirem, a alta intensidade. Trabalhar nesta faixa faz com que o corpo gaste combustível e parte dele será a gordura não desejada.

E gostaria de esclarecer, gordura, que vem de todo o corpo, sem possibilidades de dizer ao nosso corpo onde quisermos. Quando o nosso nível de gordura corporal vá diminuindo, o fará também o da zona rebelde que tínhamos e podemos apreciar como visivelmente melhora a sua aparência. O que também nos interessa a vez que fazemos exercício cardiovascular, é complementá-lo com o exercício de resistência para que a nossa massa muscular também aumenta.

O tecido muscular é um aliado excelente para manter o nosso peso e até mesmo para perder. O motivo é que os músculos são tecidos ativos do corpo que consomem calorias, enquanto que um tecido como a gordura não faz com que o nosso metabolismo basal seja maior. Isto quer dizer que, se conseguimos aumentar a nossa massa muscular, o nosso corpo por si só começa a consumir mais calorias ao longo do dia, se comparado com antes.

Por outro lado, uma tarefa ainda mais complicada do que o treino é a alimentação. Batalha que se jogue as 24 horas do dia. Embora se tenha passado uma hora por dia ou dois, durante meses na academia dar tudo, jamais poderá apreciar o seu esforço se você não usar a atenção para o que você come.

Este número pode estender-se até o infinito, porque falar de alimentação abrange vários aspectos, mas o principal é que comer de forma variada, saudável e equilibrada. Orientações gerais para todo o mundo seriam:

  • Comer o suficiente, mas o que te convém. Não é simplesmente deixar de comer.
  • Beber água.
  • Evitar comida pre-cooked. Comprar o mais elementar, o mais próximo ao mar, a terra e o ar em seu estado normal.
  • Comer de tudo: carboidratos, proteínas e gorduras saudáveis.
  • Cozinhar de forma saudável os alimentos, evitando frituras, molhos muito altas calorias, acessórios muito pesados…
  • Muita gente pode pensar que tem suficientes conhecimentos sobre nutrição e infelizmente muitos estão errados na matéria e auto ordenadas dietas com muitas deficiências nutricionais.

Não hesite entrar em contato com um nutricionista, se você precisa de algo mais do que uns conselhos ou orientações nutricionais em geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *